Mulheres irão comandar 33% dos municípios da Mata Sul a partir de 2021

By Sanchilis Oliveira - 11:30

Aline Gouveia (Amaraji), Mary Gouveia (Escada), Dayse Juliana (Primavera). Imagens: Reprodução

As cidades da Mata Sul Pernambucana terão mulheres no comando de 8 dos 24 municípios da região. A eleições municipais de 2020, trouxeram com o resultado do último dia 15 de novembro, um salto no número de cidade onde mulheres estarão como prefeitas. Ao todo 33% das cidades serão comandadas por mulheres, muitas delas com a primeira experiência no poder executivo. 

Prefeitas: Fátima Borba, Isabel Hacker, Ridete Pellegrino, Camila Machado, Aline Gouveia, Dona Graça, Mary Gouveia, e Dayse Juliana. Imagens: Reprodução

As cidades onde as mulheres serão as chefes do poder executivo na Mata Sul são, Escada sob o comando de Mary Gouveia (PL), Amaraji com Aline Gouveia (PSB), Primavera com Dayse Juliana (PSB), Cortês com Fátima Borba (Republicanos), Catende com Dona Graça (PTB), Jaqueira com Ridete Pellegrino (PSD), Rio Formoso com Isabel Hacker (PSB), e Sirinhaém com a prefeita Camila Machado (PP). 

Nas eleições de 2016, apenas 3 cidades tiveram mulheres eleitas para o comando da prefeitura, Primavera, Gameleira e Rio Formoso. Nas eleições de 2020, a presença de mulheres nos espaços de poder, tive um aumento de mais de 150% relacionado ao resultado de 2016. 

Nas Câmaras Municipais também houve o mesmo movimento do eleitor, em colocar mais mulheres nas casas legislativas, em Escada por exemplo a presença feminina deverá aumentar a partir de 2021, com quatro vereadoras, Edite do Postinho (PL), Bete do Alvorada (PSC), Tia Jane (PMN), e Cátia da Farmácia (MDB). 

Em primavera que não tinha nenhuma mulher exercendo mandato no poder legislativo, foram eleitas Josy Povão (PDT), e Cláudia da Saúde (DEM), que tomarão posse em janeiro de 2021. 

A eleição de mais mulheres em 2020, demonstra um movimento da população sobre a política de gênero, já presente na lei eleitoral, e também a representatividade das mulheres que são mais de 51% da população brasileira.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!