PSB se prepara para pedir cargos ocupados pelo PT na prefeitura do Recife e no Governo do Estado

By Sanchilis Oliveira - 05:04

Foto: Divulgação


Após o Senador Humberto Costa (PT-PE), dar declarações de que o PT no Recife terá como candidata a prefeitura, a deputada federal Marília Arraes, e que ele seguirá a decisão tomada pelo diretório nacional do partido. O PSB que terá o também deputado federal João Campos na corrida pela sucessão do prefeito Geraldo Júlio, deverá reivindicar os quase 300 cargos ocupados pelo PT no governo de Pernambuco e na prefeitura do Recife, ambos governados por socialistas. 

A aliança com o PSB que o PT firmou em 2018, com o retorno a Frente Popular de Pernambuco, está rachando, isso porque o desejo dos caciques do partido, era que a candidatura de Marília a prefeitura da capital, fosse rifada, como aconteceu em 2018 quando a petista pretendia disputar o governo de Pernambuco, e aparecia bem nas pesquisas de opinião, mas por um acordo nacional com o PSB, seu nome foi barrado para a disputa majoritária, e teve na chapa majoritária o nome do senador Humberto Costa que disputou a reeleição pela frente popular vencendo as eleições. 

Mesmo usando sua força e sua tropa dentro do partido para desestabilizar Marília no projeto de candidatura a prefeitura, Humberto teve que se dobrar a decisão nacional, como Marília teve o mesmo dessabor em 2018, tendo que disputar uma vaga para a Câmara dos Deputados e foi eleita com quase 200 mil votos. 

A ala ligada a Humberto Costa, demonstra que fará corpo mole na campanha de Marília, e o próprio senador afirma que o objetivo não é fazer oposição ao PSB. A ala mais ligada a Marília pretende engrossar o discurso e descer o sarrafo em Geraldo, Paulo e João Campos, além da direita bolsonarista, que deverá ter Mendonça (DEM), Daniel Coelho (Cidadania) e Marco Aurélio (PRTB), na corrida municipal. 

Marília diz que sua aliança é com o povo e seu compromisso é com o debate sobre o Recife, deverá ser difícil a tese de bom vizinho prevalecer com a pré-candidata com relação ao seu primo João Campos e o PSB. Até o Momento o PSOL e o PTC são os partidos que dialogam com Marília Arraes para uma possível composição para a corrida eleitoral de 15 de novembro.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!