Após Toffoli barrar PF no Senado, Rosa Weber autoriza operação na Câmara

By Sanchilis Oliveira - 11:43

Foto: CARLOS ALVES MOURA

Menos de uma semana após ser barrada na porta no Senado, a Polícia Federal voltou ao Congresso nesta segunda-feira (27) para executar mandados de busca e apreensão no gabinete da deputada federal Rejane Dias (PT-PI), conforme informamos há pouco.

Dessa vez, porém, houve uma autorização prévia da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, para que a operação fosse realizada.

Na terça-feira passada (21), agentes da PF tentaram cumprir mandados no gabinete do senador José Serra (PSDB-SP) relativos a outra ação, mas foram impedidos por determinação do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-RJ).

Advogados do Senado recorreram ao presidente do Supremo, Dias Toffoli, que suspendeu a operação, determinada pela Justiça Eleitoral, sob o argumento de que havia o risco de as provas colhidas na investigação de Serra (como dados armazenados em computadores) incluírem objetos ligados ao exercício do atual mandato.

No caso de Rejane Dias, a operação também foi determinada por um juiz de primeira instância, mas com o aval prévio da ministra Rosa Weber.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!