Caso Marielle: bombeiro é preso no Rio por suspeita de ligação com acusado de matar a vereadora

By Sanchilis Oliveira - 13:21

Foto: Hermes de Paula/ Agência O Globo

A Polícia Civil e o Ministério Público do RJ iniciaram hoje uma operação contra suspeitos de ligação com o PM reformado Ronnie Lessa. 

Lessa é apontado como o autor dos disparos que mataram a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e o motorista Anderson Gomes. 

O alvo, já preso, é o sargento do Corpo de Bombeiros Maxwell Simões Corrêa, de 44 anos, conhecido como Suel, que foi detido no início da manhã em casa, em um condomínio de luxo no Recreio dos Bandeirantes (próximo à Barra da Tijuca), na Zona Oeste do Rio. 

Na porta da residência, avaliada em R$ 1,9 milhão, foi apreendida uma BMW X6 de pelo menos R$ 170 mil.

Marielle e Anderson Gomes foram assassinatos em março de 2018 no Rio de Janeiro.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!