Coluna Politizando - 22/01/2020 - A vida de todos passa pela política

By Sanchilis Oliveira - 00:43

Foto: Pablo Kennedy/CEV

A política anda desacreditada pela grande parcela da população brasileira, as pirotecnias utilizadas na midiatização dos escândalos de corrução, guiado por um forte desejo de uma ala conservadora da política nacional, acentuou ainda mais o descredito com o processo político e seus atores.

A cortina de fumaças criada por interesses escusos do universo da política, esconde o fato de que mais do que você imagina ela está intrínseca no cotidiano de todos os brasileiros, sejam eles ricos, pobres, brancos, pardos, indígenas, héteros, gays, religiosos ou ateus. Nos impostos pagos todo dia pelo trabalhador e pelo empresário, na estrada que você trafega, no hospital de você frequenta, na cachaça que você bebe, no pão que você come. Tudo é política!

E essa tentativa de deixa o eleitor ainda mais inerte ao processo e seus desfechos, não passa de uma estratégia de grupos de interesse, no controle das massas pela dominação do poder, em favor de interesses pessoais e corporativos, muitos deles do capital internacional, que vê o Brasil como uma mina de ouro. Mas isso por aqui não é novidade desde 1500.

Com a chegada das eleições municipais e a vivência ainda muito viva da disputa cega entre direita e esquerda, muitos assuntos podem passar despercebidos, como saneamento, geração de emprego e renda, desenvolvimento social, transparência, saúde e educação, assuntos que tratam diretamente da vida cotidiana dos municípios.

A política não é um lugar hostil, onde tudo de ruim é permitido, onde a impunidade é celebrada e adorada, mas os grupos de interesses nos recursos públicos trabalham com todas as suas forças e estratégias, para que os grandes interessados se distanciem cada vez mais, abrindo mais espaços para a exploração do que é público. E isso é muito perigoso para o funcionamento adequado e de qualidade dos serviços essenciais do setor público, como segurança, saúde e educação.

O evolvimento e interesse da população na política e sobre ela, é um processo importante na construção de uma gestão pública mais efetiva. Quanto mais exigência, fiscalização e cobrança. Menos corrupção e negligência será visto nos setores públicos. E como 2020 é um ano de disputa municipal, é a inda mais urgente por se tratar diretamente da população, pois não se mora na união, nem no estado, mas nos municípios. Por isso se faz necessário um acompanhamento qualificado por parte da população.

Em vez de dizer que não tem nada haver com política, que não depende dela, e que a odeia, observe, fiscalize, cobre e acompanhe. Sua vida está direta ou indiretamente ligada as questões que regem o seu município. Se a mudança de pensamento não começar por quem elege, jamais os eleitos mudaram de postura, e as cidades e o país mudará a forma de tratar o funcionalismo público. Um voto qualificado pode mudar o rumo da vida de muita gente, principalmente daquelas comunidades vulneráveis, onde a presença de políticas públicas são mais urgentes.

Paulista - O pré-candidato a prefeito da cidade, Yves Ribeiro, realizou uma grande festa na sua filiação ao MDB nesta terça-feira (21/01), com a presença de figuras de destaque no cenário nacional e estadual como os senadores, Jarbas Vasconcelos, Fernando Bezerra Coelho, além do  deputado federal  Raul Henry que é presidente estadual da sigla. O ex-prefeito entra na disputa contra o candidato que será apresentado pelo prefeito Junior Matuto que é do PSB. De acordo com aliados e populares Yves reúne pelas condições de ganhar as eleições e de mais uma vez governar Paulista.

Escada - O pré-candidato a prefeito de Lailton (PSDB), está de vento em pompa na sua empreitada pela prefeitura. A formação de suas chapas proporcionais andam a todo vapor, interlocutores do tucano já afirmam que dois grupos com 20 candidatos cada, estão montados para a disputa de outubro, a montagem de um terceiro grupo já está meio caminho andado com mais de 12 pré-candidatos já filiados. A frente de apoia a candidatura de Lailton a prefeitura de Escada tem tudo para eleger de 5 a 6 vereadores nas eleições deste ano.

Investimentos- O governador Paulo Câmara recebeu, nesta terça-feira (21.01), no Palácio do Campo das Princesas, o diretor-presidente da Aena Brasil, Santiago Yus. Na reunião, que também contou com a presença do prefeito do Recife, Geraldo Julio, o executivo atualizou os gestores sobre o andamento da concessão do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, e anunciou que as operações da Aena serão iniciadas em março, logo após o Carnaval. De acordo com Paulo Câmara, a expectativa para o início dos serviços prestados pela empresa espanhola, que administrará o Aeroporto do Recife, é positiva.

Carpina - O prefeito Manuel Botafogo (PDT), está a todo vapor para emplacar a reeleição, em busca do quarto mandato como gestor do município, o pedetista vem montando seu grupo proporcional e cotidianamente está na rus para dar ordem de serviços de obras e fiscalizar as que estão em andamento, seu principal opositor na corrida eleitoral deste ano deverá ser o ex-prefeito Joaquim Lapa, que disputou as eleições em 2016 e ficou em segundo lugar perdendo para Botafogo.

Jaboatão - Líder da oposição ao governo do prefeito Anderson Ferreira, o vereador Daniel Alves, deverá e filiar ao MDB, e está decidido a ir em busca da cadeira de prefeito da cidade. O parlamentar foi responsável pela denúncia e a abertura da CPI do Aluguel contra o atual gestor. Atualmente Daniel é do PCdoB da vice-governadora Luciana Santos.

Pergunta que não quer calar: Marília Arraes deverá ser a candidata do PT no Recife ou mais uma vez será rifada pelo projeto do PSB?

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!