Kéko do Armazém lança pré-candidatura a prefeitura do Cabo em entrevista a rádio local

By Sanchilis Oliveira - 13:10

Foto: divulgação

O atual vice-prefeito do Cabo de Santo Agostinho Kéko do Armazém (PDT), lançou seu nome na corrida pela prefeitura do Cabo em 2020. Atual vice-prefeito de Lula Cabral (PSB), com quem está rompido politicamente, após divergências políticas da forma com que se deu o retorno de Lula ao comando da gestão municipal após quase um ano de afastamento do cargo, por suspeita de desvio de mais de 92 milhões de reais do CaboPrev, a previdência municipal do servidores públicos.

 Durante participação no programa do Batata na Rádio Calhetas FM, o vice-prefeito colocou seu nome na corrida pela prefeitura, Kéko ficou 360 dias a frente da prefeitura com o afastamento do prefeito Lula Cabral que chegou a ser preso no Cotel. E uma decisão o ministro Dias Toffoli determinou o retorno do prefeito ao cargo a cerca de um mês.

Com a entrada de Kéko no tabuleiro da corrida municipal, o cenário cabense muda totalmente, hoje se colocam no páreo, os pré-candidatos, Elias Gomes (PSDB) que é ex-prefeito da cidade, o empresário Eduardo Cajueiro (PTB), o Delegado Antônio Resende (PP), o vereador Ezequiel (PT), e o vereador Arimateia (SD).

Kéko com sua passagem pela prefeitura realizou bastante trabalho e saiu com popularidade em alta, e deverá ser um nome de peso na busca pelos votos cabenses para chegar ao cargo de maior mandatário do município. Uma aposta é a chapa Kéko e Gleidson Góes que em 2016 recebeu pouco mais de 10 mil votos quando se candidatou a prefeito pelo PSOL.

Lula que anda com a imagem bastante desgastada terá pela frente rivais de peso, e não será nada fácil a sua reeleição, isso porque a imagem de bom gestor que ele tinha foi pelo ralo após a descoberta do esquema que lhe custou a liberdade e um prejuízo milionário para os aposentados da prefeitura do Cabo.

Nessa conjuntura a oposição ganha mais um reforço e amplia as chances de derrotar o prefeito Lula Cabral, que criou uma especie de estigma de invencibilidade nas urnas, mas com esses fatos novos e a sua baixa popularidade e alta rejeição poderá ser a soma perfeita para que sofra um derrota pela oposição.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!