Lula Cabral retorna a prefeitura e clima de tensão paira sobre a cidade e os integrantes do governo

By Sanchilis Oliveira - 15:39

Prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral. Foto: divulgação

Após decisão do STF, por meio do Ministro Dias Toffoli, a decisão é uma liminar, ou seja, tem caráter provisório. A decisão atente a um pedido da defesa de Lula Cabral (PSB). O prefeito afastado  deverá retornar ao comando da prefeitura da cidade. O gestor foi afastado em 19 de outubro de 2018, sendo suspeito de envolvimento em suposto esquema de fraudes na previdência da cidade, CaboPrev. Em janeiro de 2019 o STF determinou a soltura do prefeito afastado.

Nos bastidores do governo municipal, o clima de tensão já toma conta dos corredores da prefeitura e departamentos, além da expectativa da população sobre como se dará o retorno de Lula a gestão municipal, depois de passar por uma onda de escândalos em sua trajetória política.

Os atuais secretários que compuseram o governo sob o comando do vice-prefeito Kéko do Armazém (PDT), foram orientados a deixar os cargos a disposição do prefeito Lula Cabral. 

Como reação a volta de Lula ao comando da prefeitura, o ex-candidato a prefeito do Cabo, Gledson Góes que obteve pouco mais de 10 mil votos em 2016, e estava fazendo parte do Governo a convite do prefeito interino Kéko do Armazém, protocolou o peido de exoneração, como prometeu caso Cabral retornasse ao poder municipal. 

A oposição também reagiu ao retorno de Lula a prefeitura. O ex-prefeito do Cabo, Elias Gomes (PSDB), por exemplo disse que "O Cabo terá infelizmente um prefeito de tornozeleira eletrônica". Eduardo Cajueiro, líder do movimento "OCaboMereceRespeito,  que também é pré-candidato a prefeito disse "Ele (Lula) levou o Cabo para as páginas polícias Brasil a fora". 

Na Câmara Municipal o clima também de de bastante crítica pela oposição, e expectativa pela base que da sustentação ao governo. O vereador Arimateia Jerônimo (PSDB), classificou a volta de Lula Cabral como "imoral".

A posse de Lula Cabral para retomar o comando da gestão municipal do Cabo de Santo Agostinho, deverá ser marcado por um clima de polarização e de bastante barulho, o movimento #OCaboMereceRespeito organiza uma manifestação contra o retorno do prefeito afastado. A expectativa é que Lula tome posse na quarta (16) ou na quinta (17).

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!