Em entrevista Lula indaga justiça sobre Queiroz e demonstra que o PT é uma força na política

By Sanchilis Oliveira - 09:22

Foto: reprodução

Em entrevista autorizada pela justiça após bastante indagação e luta judicial, o ex-presidente Lula (PT), falou aos jornais El País e Folha de São Paulo. Na entrevista o petista destacou vários pontos das políticas adotadas pelo governo federal, os posicionamentos de Jair Bolsonaro (PSL) nos Estados Unidos, a reforma da previdência, a política ambiental do governo, entre outros assuntos.

Em alguns momentos de sua fala Lula indagou a justiça sobre o caso Queiroz, "Eu fico impressionado com a justiça, cadê aquele rapaz da milícia do Bolsonaro, que é esperto e sabe fazer dinheiro, o Queiroz, cadê a polícia federal que ainda não foi buscar esse cara, que foi chamado e nem lá foi, nem deu bola a justiça?" Destacou.

Em outra fala o ex-presidente afirmou que no Brasil a justiça tem dois pesos e duas medidas e que vai desmascarar o ex-juiz e agora ministro da justiça Sérgio Moro, "Eu deito e durmo tranquilo com a consciência limpa, o Dallagnol e o Moro não, pois sabem que mentiram e mentiram muito" disparou.

Sobre o futuro do o governo Bolsonaro e o Partido dos Trabalhadores Lula afirmou, "O maior inimigo do Bolsonaro é primeiro o PT, depois seu vice. As eleições de 2018 mostrou que no Brasil só há um partido organizado e vivo o PT, quem acabou foi o PSDB" disse o petista.

O ex-presidente também destacou que assim que sair da cadeia irá fazer uma caravana pelo país "Vou andar esse país resgatando a auto-estima desse povo, vou botar o pé na estrada e lutar" afirmou Lula.

A entrevista concedida aos jornalista Mônica Bergamo (Folha de SP) e Florestan Fernandes (El País), durou mais de duas horas, onde o ex-presidente parecia estar a vontade e muito convicto de que em breve estará em liberdade. Durante a entrevista Lula agradeceu a justiça e afirmou "Neste caso da entrevista, a justiça uma vez nesse país fez justiça" falando sobre a autorização recebida para falar aos jornalistas.

Sobre ter sido citado como louco na entrevista de Lula aos jornais, "o pais é governado por um monte de louco" disse o ex-presidente.

O presidente da república, Jair Bolsonaro, retrucou adjetivando o petista como cachanceiro.

As fala de Lula demonstra que o PT está mais que vivo, e que ainda é uma força de grande relevância na política nacional, hoje o partido é o maior na Câmara dos Deputados com 56 deputados, no senado o partido ocupa a quarta maior bancada com seis senadores, além de governar quatro Estados, Ceará com Camilo Santana, Piauí com Wellington Dias, Bahia com Rui Costa e o Rio Grande do Norte com Fátima Bezerra, todos estados do Nordeste do Brasil.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!