Teresa Leitão critica proposta de Reforma da Previdência do Governo Federal

By Sanchilis Oliveira - 14:06

Deputada Teresa Leitão (PT), Foto:Roberto Soares

A proposta de Reforma da Previdência, apresentada ao Congresso Nacional na quarta (20), foi repercutida pela deputada Teresa Leitão (PT) na Reunião Plenária desta quinta (21). A parlamentar criticou pontos do projeto editado pelo presidente Jair Bolsonaro e comemorou a criação, na Alepe, de Comissão Especial para analisar as alterações, aprovada em Plenário na última terça (19).

Na avaliação de Teresa, o texto traz obstáculos aos professores e trabalhadores rurais. “Mas a principal maldade da PEC [Proposta de Emenda Constitucional] é quanto ao Benefício de Prestação Continuada (BPC)”, frisou a petista, sugerindo que a questão seja tratada como prioridade pelo colegiado da Casa, coordenado pelo deputado Doriel Barros (PT).

A sistemática da capitalização, defendida pelo Governo Federal, também foi alvo de crítica. “Não podemos partir da perspectiva de encurtar o cobertor social. Nenhum país civilizado no mundo abre mão de um modelo que protege o cidadão quando ele mais precisa”, avaliou. O exemplo do Chile, que adotou a capitalização no início da década de 1980 e hoje estuda retomar o modelo solidário, como no Brasil, foi pontuada como indício de que a mudança pode ser negativa. “É um conceito que tem gerado miséria entre os chilenos, inclusive com suicídio dos idosos”, salientou.

Teresa chamou atenção, ainda, para o fato de os militares não terem sido incluídos na proposta apresentada pelo presidente. “A gente sabe o que significa o valor dos soldos para os cofres públicos”, pontuou. Ao final, declarou querer acompanhar a atividade da Comissão e contribuir com o debate.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!