Marco Aurélio comenta relatório do TCE-PE sobre obras paralisadas no Estado

By Sanchilis Oliveira - 12:20

CRÍTICA – Deputado frisou que 295 dessas obras são de responsabilidade do Governo de Pernambuco, representando um montante de R$ 4,28 bilhões. Foto: Roberto Soares

O líder da Oposição, deputado Marco Aurélio Meu Amigo(PRTB), repercutiu, na Reunião Plenária, o levantamento do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) sobre obras paralisadas no Estado. O relatório, divulgado nesta quarta (13), aponta 1.548 obras nessa situação, que envolvem recursos da ordem de R$ 7,25 bilhões, dos quais R$ 2,38 bilhões pagos.

Conforme expôs o parlamentar, 295 delas são de responsabilidade do Governo Estadual, o que representa um montante de R$ 4,28 bilhões. Outras 1.253 são realizadas por prefeituras de 146 dos 184 municípios pernambucanos.

Marco Aurélio destacou a situação do projeto de navegabilidade do Rio Capibaribe e o Ramal da Cidade da Copa. O deputado chamou atenção, ainda, para as reformas pendentes dos hospitais Getúlio Vargas, Barão de Lucena, Agamenon Magalhães e Otávio de Freitas, assim como do Pronto-Socorro Cardiológico de Pernambuco (Procape). “Onde está esse dinheiro? Por que não está nos hospitais? Precisamos dar uma satisfação a milhares de pernambucanos que se encontram, neste momento, na fila dessas unidades”, expressou.

No discurso, o líder da Oposição também abordou o assalto a um carro-forte na manhã desta quarta, no bairro do Pina (Zona Sul do Recife), onde um segurança de empresa de transporte de valores foi morto. “Um pai de família, infelizmente, agora está sendo velado. A segurança em Pernambuco está muito bem nos ‘videozinhos de Hollywood do PSB’, mas quem anda de ônibus e é assaltado, quem está nas ruas sabe que a verdade não é essa”, enfatizou.

Marco Aurélio criticou, ainda, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, por não resolver o déficit habitacional da cidade. E registrou satisfação com a alta do presidente Jair Bolsonaro, que estava internado em São Paulo desde o dia 27 de janeiro para uma cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal e retirada da bolsa de colostomia.

“Ele já está em Brasília, trabalhando pelo Brasil. Esperamos que possa pegar as rédeas da nação e fazer tudo o que precisa ser feito neste País para que tantos milhões de brasileiros que votaram nele possam ver realizados aquilo que todos nós queremos”, manifestou.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!