Comissão de Cidadania presidida pelas Juntas, define temas das primeiras audiências públicas

By Sanchilis Oliveira - 17:03

DEBATES – Violência contra a mulher e dificuldade de empregabilidade trans serão pautadas ainda neste semestre. Foto: Sabrina Nóbrega

A violência contra a mulher e a dificuldade de empregabilidade trans serão os primeiros temas a serem tratados pelaComissão de Cidadania e Direitos Humanos neste ano. Nesta quinta (21), o colegiado aprovou a inclusão das duas questões na pauta das audiências públicas que vão ocorrer neste semestre.

Atendendo a solicitação da Coletiva Marielle Franco, a Comissão vai debater o Manual Jurídico Feminista, que traz questões de desigualdade de gênero e violência contra a mulher. Já por sugestão do Ministério Público do Trabalho (MPT), o grupo analisará entraves ao acesso de pessoas trans no mercado de trabalho. Desde o ano passado, uma parceria entre o MPT e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) tem promovido formação profissional para travestis e transexuais. As audiências ainda serão agendadas.

Presidente do colegiado, a deputada Jô Cavalcanti, representante do mandato coletivo Juntas (PSOL), abriu a primeira reunião ordinária do grupo na 19ª Legislatura ressaltando o compromisso com as pautas sociais e colocando o espaço à disposição de todos os pernambucanos. “A Comissão trabalhará junto com a sociedade”, declarou. As reuniões serão realizadas quinzenalmente, às quintas, às 11h30.

Por sugestão do deputado Pastor Cleiton Collins (PP), os assuntos das próximas audiências públicas serão apresentados previamente para deliberação conjunta de todos os integrantes. “Acho importante que possamos pactuar juntos os temas e as datas”, defendeu. Durante a reunião, também foram distribuídas dez proposições para relatoria.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!