Alberto Feitosa critica modelo de privatização do Aeroporto Internacional do Recife

By Sanchilis Oliveira - 22:12

Foto: Roverto Soares / Alepe

O modelo adotado pelo Governo Federal para privatizar o Aeroporto Internacional do Recife recebeu críticas do deputado Alberto Feitosa (SD) durante a Reunião Plenária desta segunda (18). Para o parlamentar, que administrou o equipamento entre os anos de 2013 e 2015, a opção de leiloar o espaço em conjunto com outros cinco aeroportos do Nordeste trará prejuízos a Pernambuco.

De acordo com Feitosa, o edital estabelece que a empresa vencedora invista cerca de R$ 800 milhões no equipamento da Capital pernambucana, valor inferior ao destinado aos aeroportos de Salvador (BA) e de Fortaleza (CE), licitados separadamente em outros atos. “O primeiro receberá, aproximadamente, R$ 2,8 bilhões e o segundo, R$ 2 bi. Como vamos concorrer nesse setor, que gera emprego e renda para o Estado, com um investimento tão inferior?”, questionou.

Ainda segundo o parlamentar, todo o recurso obtido com a licitação será destinado à União, embora o Governo do Estado tenha investido na modernização do espaço durante a gestão do ex-governador Jarbas Vasconcelos. “O que se está fazendo com o Aeroporto do Recife é grave. Além da menor capacidade de concorrência, o edital não prevê a devolução do dinheiro investido pelo Estado, fruto do suor dos pernambucanos”, concluiu, prometendo acionar o Ministério Público Federal (MPF) para acompanhar o processo.

A concessão dos aeroportos à iniciativa privada faz parte do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do Governo Federal. O bloco com os aeroportos a serem privatizados no Nordeste inclui, além do equipamento do Recife, os de Aracaju (SE), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB), Juazeiro do Norte (CE) e Maceió (AL).

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!