PMN deve expulsar o vereador Roberto do Pichá por infidelidade partidária

By Sanchilis Oliveira - 13:09

Foto: Divulgação
Após a polêmica em torno da eleição para a mesa diretora da Câmara Municipal da Escada, o Partido da Mobilização Nacional em Pernambuco deverá abrir o processo de expulsão do vereador escadense, Roberto do Pichá. O presidente estadual a sigla Ivanildo Pedro, teria se reunido com os parlamentares do partido em Escada, para orientar como deveriam votar os vereadores. Após o fechamento de questão, segundo Ivanildo Pedro os parlamentares foram avisados que se não fosse seguida a orientação tomada em conjunto o partido usaria de suas prerrogativas para punir.

Em contato com o Presidente estadual do PMN, este blog constatou que é verídica a informação que o processo ocorrerá, “Fechamos questão juntos para que o partido votasse unido para a presidência da Câmara, depois o vereador mudou ideia, agora não podemos ficar desmoralizados, vamos expulsar ele do partido e pedir seu mandato” afirmou Ivanildo Pedro.

O fechamento de questão foi em torno de impedir a reeleição de Elias Ribeiro (SD), que comanda a casa legislativa desde janeiro de 2017, a orientação era os dois parlamentares do PMN, Marcos Santiago, e Roberto do Pichá, votar no candidato oposicionista, vereador Eduardo do Arretado (PP).

A eleição para a mesa diretora aconteceu na última sexta-feira (16/03), e com sete votos o atual presidente foi reeleito para um segundo mandato no comando da Câmara Municipal da Escada, um dos sete votos foi o do vereador Roberto do Pichá (PMN), que agora deverá sofrer o processo de expulsão da sigla partidária, e ainda sofrerá uma dor de cabeça para manter seu mandato.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!