Vereadores do G-7 rejeitam projeto de eleições diretas para Gestores das Escolas Municipais de Escada

By Unknown - 15:28

 

Em sessão ordinária da Câmara Municipal da Escada na noite da última terça-feira (18/10), o projeto de Eleições Diretas para gestores das escolas da rede municipal de ensino, foi rejeitado por 7 votos contrários a matéria.

O projeto previa alteração no artigo 147 da lei orgânica municipal, modificando o artigo para viabilizar as eleições diretas para os gestores.

Em sua conta no Facebook, o presidente da Câmara de Escada que é o autor da matéria afirmou "Fui procurado pelo Sindicato dos Professores e atendemos esse reinvindicação para que eles pudessem concorrer à direção das escolas, sem indicação do gestor municipal, essa matéria que foi pedido vista pela vereadora Valdênia (PT do B) em sessão anterior, e ontem (17) durante a 12ª sessão ordinária, voltando para a ordem do dia, foi reprovada pelos vereadores"

Votaram pela rejeição os vereadores, Sandra Valéria (PMDB), Gil Sat (PMB), Dêda Móveis (PDT), Eduardo do Arretado (PP), Rogério (PSD), Valdênia de Cássia (AVANTE), Antonio Rufino (PTB), os sete parlamentares fazem parte de um grupo chamado G-7 que tem rejeitado a maioria dos projetos de autoria do poder executivo e da presidência da Câmara.

Confira a postagem do Presidente da Câmara sobre o tema:

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!