Demarcação das terras indígenas é uma questão de justiça, e repeito a história do Brasil

10:01


-Por Sañnchyllys Oliveira-

Observando as matérias veiculadas nas mídias de todo Brasil, e as postagens realizadas nas rede sociais, principalmente no Facebook, tirei algumas conclusões e relembrei de coisas da história deste país.
Os seguidores do deputado federal, Jair Bolsonaro (PSC-RJ), cada dia mais parecem que se diminuem em serem democráticos, coisa que seu ídolo está longe de ser, e caem com unhas, dentes e textos nas redes sociais, defendendo as ideias e falas inertes do seu "mito".
Mas vamos lá, essa semana que passou, o cúmulo do absurdo, foi a fala do Bolsonaro, discriminando os negros quilombolas, e os índios, que por sinal já foram donos de tudo isso que se chama Brasil.
Voltando a história de fundação desta nação, iremos perceber quanto sangue indígena e negro, foi derramado para que hoje, em pleno ano de 2017, possamos desfrutar do que há de melhor neste país. 
Quantos precisaram morrer pela liberdade? quantos índios tiveram que mudar seus hábitos para poderem viver em uma terra que já lhes pertencia?
A demarcação das terras indígenas e quilombolas, não é nada mais, que o fazer justiça, eles representados em seus antepassados, que fundaram este país, que tiveram seus sangues derramados pelo brancos, colonizadores, que sim saquearam além da riqueza mineral, a esperança destes povos.
A ex-senadora Marina Silva (REDE), que é a favor da demarcação das terras indígenas e quilombolas, fez o que devia ter sido feito, apoiar essa gente, que já pagou o preço em outros tempos para que o Brasil se tornasse o que é hoje... Não seria hipocrisia, maldade, e desumanidade ser contra esse povo? acredito que sim.
Está na hora das pessoas deixarem de ser juízes de Facebook, e passe a ser apenas pessoas, humanas, e mesmo que ideologicamente distintas, se respeitem e respeitem a história desta nação, onde falta muito para consolidarmos o principio da igualdade.

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!

Fale com o Blog

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook