Cabo de Santo Agostinho participou da Mobilização Nacional para Combate ao Aedes Aegypti

By Sanchilis Oliveira - 02:01

O prefeito Vado falou da importância da conscientização da população nessa luta para combater o mosquito. 


O município do Cabo de Santo Agostinho participou, neste sábado (13/02), da Mobilização Nacional para Combate ao Aedes aegypti. A ação que mobilizou cerca de 350 municípios em todo o país, teve como objetivo intensificar a conscientização da população sobre cuidados simples e de rotina que podem impedir a reprodução do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e do vírus Zika, mostrando à população o seu importante papel na batalha contra o vetor. O mutirão se concentrou na Praça das Azeitonas, em frente à escola-modelo Padre Antônio Melo Costa, na Charneca, e percorreu diversas ruas do bairro.

A ação contou com a presença do prefeito Vado da Farmácia, que estava acompanhado dos secretários Municipais de Saúde, Ricardo Marlon, e Governo e Orçamento Participativo, Moisés Xavier, além da chefe de Gabinete, Juciara Barbosa, e do representante do Governo Federal, o secretário Extraordinário para a Superação da Extrema Pobreza do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Tiago Falcão.

O Aedes aegypti tem sido associado ao aumento de casos de microcefalia em bebês quando as mães são infectadas durante a gestação. Pernambuco é o estado com o maior número de registros, contabilizando 1.501 casos suspeitos de microcefalia. No estado também foram registrados 3.351 casos prováveis de dengue e 1.356 da febre chikungunya.

O prefeito Vado falou da importância da conscientização da população nessa luta para combater o mosquito. “Esta é mais uma ação que estamos participando, dentre tantas outras que estamos promovendo em nosso município, porém desta vez estamos trabalhando de forma mais efetiva contando com o apoio do Governo Federal e das Forças Armadas”, disse. “A Prefeitura do Cabo tem buscado combater este problema convocando à população no porta a porta, para que se juntem a nós na eliminação do foco antes que se prolifere. Por isto, vamos continuar orientando e deixando nosso recado fazendo nossa parte, mas cada cidadão deve cumprir o seu papel nesse combate”, concluiu Vado.

A ação é uma articulação conjunta dos governos federal, estaduais e municipais e está sendo realizada em todo o território nacional, com a participação de 220 mil homens e mulheres das Forças Armadas. Até o dia 18 de fevereiro, os militares deverão visitar 3 milhões de residências em mais de 350 municípios com maior incidência do mosquito. Só em Pernambuco, cerca de 7 mil militares participaram da ação neste sábado (13), em 30 municípios do estado.

Ricardo Marlon que esteve à frente da mobilização, reuniu cerca de 70 agentes de saúde e endemias, além de médicos, dentistas e enfermeiros para participar da mobilização. “Esta é uma ação contínua, pois já realizamos ações como esta em diversos bairros como Pontezinha, São Francisco, Cohab e Ponte dos carvalhos. Nosso trabalho abrange a conscientização como prioridade, onde cada morador tem papel fundamental para cuidar de sua residência combatendo o foco”, destacou Marlon.

Dezesseis efetivos da Força Nacional do Exército comandados pelo Capitão Pimentel, colaboraram na visita às casas pelo bairro da Charneca. Rafaelli Cristina dos Santos, moradora do bairro, recebeu a equipe de agentes de saúde acompanhados de efetivos da Força Nacional em sua casa, e relatou a importância das orientações recebidas. “É muito importante receber esses profissionais em nossa casa, pois às vezes achamos que estamos livres do mosquito, quando na verdade estamos o criando em casa. Toda orientação recebida é bem-vinda”, declarou.

“Esta é uma união social em torno de uma causa que não pode ser vencida individualmente. 2/3 dos focos encontrados são dentro das residências, cada um tem sua responsabilidade em combater, por isso devemos nos unir neste combate que deve ser feito incansavelmente contra o mosquito da dengue”, enfatizou o secretário Extraordinário para a Superação da Extrema Pobreza do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Tiago Falcão.

Também estiveram presentes também o gerente do Banco do Brasil da Agência Cabo, Alexandre Barbosa, o vereador Gessé Valério, o presidente da Associação dos Moradores da Charneca, Irmão Nado e membros da Guarda Municipal.


Texto: Juliana Dias – Repórter Estagiária da Secom/Cabo
Foto: João Barbosa

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!