Bruno Martiniano recorre da decisão de seu afastamento como Prefeito de Gravatá

By Sanchilis Oliveira - 20:15

Gravatá Notícias

O prefeito afastado Bruno Martiniano (sem partido) tem corrido contra o tempo para se defender das acusações feitas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/PE), apreciada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e recentemente votadas pela Côrte Especial do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

Muita gente não sabe, mas o processo em desfavor do prefeito de Gravatá não foi julgado. O que acarretou o afastamento do prefeito foi uma liminar solicitando a antecipação da tutela, ou seja, o desligamento do prefeito do Poder Executivo antes do processo ser concluso. Ainda não há prazo definido, mas, sendo o prefeito inocentado das acusações, o gestor poderá assumir normalmente o cargo deposto dado o julgamento dos méritos processuais.

Nesta quinta-feira (26) o prefeito afastado cumprirá agenda no Recife em reuniões na Procuradoria do Ministério Público do Estado. Pela tarde, Bruno Martiniano estará em Gravatá conversando com amigos, familiares e correligionários. Pessoas ligadas ao prefeito alegam que ele tem esperanças de ser inocentado das acusações, terminar o mandato que conquistou democraticamente e organizar o Município.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!