Deputado diz já tinha ouvido falar de corrupção no PP

By Sanchilis Oliveira - 19:25

Heinze afirmou aos investigadores que o PP foi uma das siglas partidárias "que participou e deu apoio ao esquema de manutenção do poder organizado pelo Partido dos Trabalhadores"

Diário de Pernambuco

deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS)

O deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS) confirmou em depoimento à Polícia Federal e ao Ministério Público já ter ouvido falar sobre corrupção dentro do PP. Heinze é um dos investigados perante o Supremo Tribunal Federal (STF) por suposta formação de quadrilha no esquema de corrupção da Petrobras. "Como parlamentar integrante dos quadros do PP o declarante já tinha ouvido falar de esquemas de corrupção no partido. Que, agora com a divulgação desses fatos, as suposições são ratificadas ante o escândalo da Petrobras", relatam os investigadores, sobre o depoimento do parlamentar.
Heinze afirmou aos investigadores que o PP foi uma das siglas partidárias "que participou e deu apoio ao esquema de manutenção do poder organizado pelo Partido dos Trabalhadores". Em depoimento colhido durante as investigações, o deputado nega que tenha recebido valores decorrentes do esquema. O parlamentar negou ter recebido diretamente ou por meio de outros valores decorrentes do esquema de corrupção. Ele disse ainda que, mesmo desconfiando que a cúpula do partido pudesse estar corrompida, não mudou de sigla em razão de suas tradições e vínculo com a base eleitoral no Rio Grande do Sul.
"Que acredita que parlamentares do PP possam ter tido seu nome envolvidos neste escândalo de maneira injusta, mas que a citação do envolvimento de deputados do partido está relacionada com uma estrutura corrompida de exercício partidário patrocinada pelas lideranças do partido", continuam os investigadores, narrando o depoimento.
O depoimento foi incluído no inquérito que investiga o parlamentar no Supremo. Também constam os depoimentos dos deputados do PP-RS Renato Molling e Jerônimo Goergen. Os dois negam o envolvimento no esquema.
A fase de depoimentos dos políticos investigados no esquema foi suspensa nesta semana como efeito de uma queda de braço entre Polícia Federal e Procuradoria-Geral da República (PGR).

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!