Michele se vê como “o novo” na disputa estadual

By Sanchilis Oliveira - 12:10

Vereadora aponta que PMDB e PSB governando estado há 18 anos

michele collins

Com o nome posto pelo seu partido para a disputa pelo Governo do Estado, a vereadora recifense Michele Collins (PP) assegura que a postulação é para valer e não apenas seria uma estratégia para, depois, fortalecer a candidatura do senador Armando Monteiro Neto (PTB), que também armará palanque para a presidente Dilma Rousseff (PT) em Pernambuco. E a progressista afirma que é justamente o seu projeto que realmente representa “o novo” entre os adversários na corrida pelo Palácio do Campo das Princesas.

“Pense Pernambuco nos últimos 18 anos. É o PMDB ou o PSB comandando o Estado. E é isso que vai ser continuado (com Paulo Câmara/PSB)”, ironizou, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, destacando que o postulante socialista só seria novidade pelo fato de nunca ter disputado uma eleição antes.

Michele afirmou que a população está descontente com o excesso de promessas de muitos candidatos que, quando conseguem a eleição, não materializam boa parte dos compromissos assumidos.

“O povo está cansado de muita conversa, de muito plano, de muito projeto. Na hora de fazer, muita coisa tem ficado no papel e dependido de acordos políticos”, disse.

FELICIANO DE SAIAS

Apontada por adversários como a versão feminina do polêmico deputado Pastor Marcos Feliciano (PSC-SP), a vereadora Michele Collins rechaçou o “título”. No entanto, ao ser questionada sobre qual dos dois seria mais “radical”, a progressista se esquivou. “Isso fica para a Imprensa avaliar”, disse.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!