Segundo Eduardo Campos, "Se a eleição fosse hoje, eu seria candidato"

By Sanchilis Oliveira - 00:12

Declaração ocorreu diante de Fernando Bezerra Coelho, ministro de Dilma

Folha PE

eduardo_eleixes_candidatura

Numa conversa que se estendeu até as 3h da última terça-feira (10), Eduardo Campos (PSB) disse ao governador Cid Gomes (CE) que, se a eleição fosse hoje, seria candidato a presidente. "Hoje eu sou. Para ganhar, para perder. Para fazer 1% ou 30%.” Ressaltando que a decisão só será tomada em 2014, Campos disse que Dilma Rousseff tem 40% dos votos no Nordeste, onde apresenta melhor performance. E emendou: há 60% do eleitorado da região “à disposição de outros candidatos".

DOIS ALTARES
A conversa com Cid, a mais clara até agora sobre a eventual candidatura de Campos, ocorreu diante de Fernando Bezerra, ministro de Dilma.

NSA 1
A sinalização coincidiu com o aumento da pressão de aliados para que a presidente demita os nomeados pelo PSB, o que levou eduardistas a concluir que o teor da reunião chegou a Brasília.

NSA 2
Do líder do PSB na Câmara, Beto Albuquerque (RS), sobre o fogo amigo: "Dilma não precisa recorrer ao Obama nem mandar recado para falar conosco. Temos e-mail, telefone e endereço".

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!