Naza é apontada como favorita em Primavera

By Sanchilis Oliveira - 10:09

Pouco mais de seis mil eleitores decidirão o destino político de Primavera

Dona NazaSeis meses após as eleições municipais de 2012, as duas principais lideranças políticas de Primavera, a 81 km do Recife, na Mata Sul de Pernambuco, voltam a travar um novo duelo nas urnas. De um lado, o ex-prefeito Jadeildo Gouveia, o popular Galego do Gás (PR), que perdeu a eleição passada para Rômulo César Moura, o Pão com Ovo (PRTB), por 641 votos.

De outro, Severina Moura, mais conhecida como Naza, mãe de Pão com Ovo, que ficou impedido de disputar o pleito antes mesmo de tomar posse em janeiro passado, quando foi afastado graças a um processo da oposição por abuso do poder econômico. Pão com Ovo foi condenado sob a acusação de distribuir um vale em dinheiro.

No seu lugar foi empossado o presidente da Câmara, Mima da Banca (PSC), apontado por Galego do Gás como uma espécie de “laranja” do adversário. “O prefeito aqui, de fato, é o Pão com Ovo, porque o interino obedece a todas as ordens dele e usa a máquina da prefeitura”, desabafa Galego.

Rômulo ganhou o apelido na época em que era pobre e só se alimentava com pão e o ovo. “Pão com Ovo” ganhou identidade e popularidade, chegou a ser eleito prefeito em 2004 com o apoio de Galego do Gás, mas com este rompeu antes mesmo de ser empossado. Mas só ficou no cargo por apenas 1 ano e três meses, cassado sob a mesma acusação de compra de voto.

Hoje em campos opostos, Galego e Pão com Ovo não se toleram. Embora a campanha esteja fria e apática, no contato com o povo nas ruas ambos falam mal um do outro. Galego acusa o inimigo de desleal e traidor. Pão de Ovo, por sua vez, afirma que se afastou do grupo do ex-aliado para combater a família Gouveia.

Tradicional grupo político da Mata Sul, os Gouveia já reinaram absoluto em três municípios: Amaraji, Escada e Primavera. O resultado da eleição passada foi adverso para o clã, que só conseguiu eleger Jânio Gouveia, em Amaraji. A derrota mais lamentada para eles foi a de Escada, onde Jandelson, esposo da deputada estadual Mary Gouveia, não conseguiu emplacar sua sucessão.

Galego do gásGalego foi três vezes prefeito de Primavera, integra o grupo do deputado federal Inocêncio Oliveira e acusa Pão com Ovo de ter arrasado o município. “Na época em que era prefeito o município tinha seis médicos de plantão, hoje só tem um”, diz o republicano. Segundo ele, o prefeito atual, por orientação de Pão com Ovo, discrimina famílias que votam na oposição na hora de fazer a seleção para programas sociais.

A campanha da mãe de Pão com Ovo é feita por ele e direcionada a seu favor. Professora aposentada, Dona Naza diz que não se surpreendeu em ser escolhida como candidata no momento em que a justiça inviabilizou seu filho. “Eu sou política e faço política desde quando meu filho entrou na política”, atesta.

Para ela, as críticas de Galego do Gás ao seu grupo são entendidas pela população como vingança. “Ele nunca trabalhou para o povo. Veja a nossa casa aqui como é repleta de gente! Isso é uma prova do carinho da população pelo meu filho”, diz dona Naza. Se de fato movimentação de populares sinalizar a vitória, dona Naza já pode preparar a roupa de posse.

A sua casa, pelo menos hoje de manhã, estava repleta de gente, enquanto a de Galego do Gás não tinha uma só alma viva, com exceção do seu segurança pessoal e dois vizinhos. “Nós vamos mostrar quem está mais forte nas urnas. Deixe as urnas falar”, rebate Galego, que foi encontrado numa reunião com um comerciante da cidade pedido voto e apoio.

Com cerca de 13 mil habitantes, pouco mais de seis mil eleitores, 53% concentrados no perímetro urbano, Primavera é um município pobre e abandonado da Zona da Mata. Não há hospital, faltam médicos no posto de saúde, as escolas não têm carteiras suficientes e nem banheiros para os alunos.

Saneamento básico? Nem pensar! Os esgotos correm a céu aberto não só nos bairros da periferia, mas também no centro da cidade. Mas, se tudo depender do clima de apatia que reina na cidade, a eleição do próximo domingo será tranquila, sem violência ou algo grave que possa levar a justiça eleitoral a providenciar reforço na segurança.

Com informações do Diário da Mata Sul

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!