Eleitores de Primavera vão às urnas neste domingo

By Sanchilis Oliveira - 14:24

Primavera decide destino do executivo municipal neste domingo

prefeitos primaveraPor determinação do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), cerca de 37,4 mil eleitores voltam às urnas, neste domingo (02). As eleições suplementares serão realizadas nas cidades de Primavera (Mata Sul) e Santa Maria da Boa Vista (Sertão), das 08h às 17h - onde seus candidatos eleitos tiveram 50% dos votos válidos, mas com a impugnação de suas candidaturas não puderam assumir.

Durante os oito meses, desde a realização da primeira eleição, em outubro do ano passado, o cenário político desses dois municípios tem sido marcado por protestos, candidaturas impugnadas e rompimentos partidários.Outros dois municípios também estão aguardando um desfecho para o pleito municipal. A cidade de Brejo da Madre de Deus voltará as urnas no dia 7 de julho, com dois novos nomes no páreo. Futuro incerto apenas em Água Preta, que só terá uma nova data quando o TRE publicar o acórdão da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O imbróglio em Primavera teve início quando o então candidato Rômulo Cesar, conhecido como Pão com Ovo (PRTB), venceu o pleito municipal com 50,46% dos votos válidos. No entanto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o enquadrou na Lei do Ficha Limpa - sob a acusação de compra de votos, em 2006 - o que culminou na cassação do seu mandato. Com a decisão, o presidente da Câmara Municipal, Edmilton da Silva (PSC), o Mima da Banca, assumiu o comando do Executivo até que fossem marcadas as novas eleições.

O segundo colocado, com 42,51%, Jadeildo Gouveia (PR), popularmente conhecido co­mo Galego do Gás, recorreu da decisão, e o desembargador Roberto Moraes, do TRE, acatou o pedido. Em janeiro, Galego do Gás tomou posse, sob vaias e protestos dos militantes ligados ao adversário. Mas o republicano passou apenas uma semana no cargo. A confusão na cidade ganhou um novo capítulo, quando o TRE voltou atrás e o Pleno decidiu, por quatro votos a dois, decretar uma nova eleição no município. Houve protesto de ambos os eleitores com queima de pneus e mobilização na frente do Tribunal, no Recife.

Diante de toda essa celeuma instaurada em Primavera, a candidata Dra Tânia (PSC), que antes compunha a chapa de Pão com Ovo como vice-prefeita, afirmou que a população não tem participado das campanhas e o clima é de descrença. “A cidade recebeu R$ 8 milhões do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e nenhuma melhoria foi realizada. Apesar de Mima da Banca estar no comando, todos sabem que as decisões são tomadas por Pão com Ovo. Até o secretariado quem determinou foi ele”, disparou.

A social-cristã ainda acusa o ex-aliado de “traidor”, pois só soube que não continuaria na chapa do PRTB uma semana antes da oficialização. “Nunca quis sair do grupo, mas tenho compromisso assumido com o povo de Primavera”, defendeu. Com a decisão de novas eleições em Primavera e a impossibilidade de disputar, Pão com Ovo foi substituído por sua mãe, Severina Moura Batista Peixoto (PRTB), conhecida por Naza Pão com Ovo.

Quem também passou de candidato a vice-prefeito para majoritário, foi o pedetista Fernando Dentista. Neste caso, o ex-prefeito Galego do Gás negou que houvesse rompimento. “Sou uma pessoa democrática, acho que qualquer um que se sinta capaz pode se candidatar. Continuamos nos dando muito bem”, disse Galego, ressaltando ainda que está “enojado com tudo que aconteceu na cidade”. No palanque oposto, quando questionada se o seu filho estaria participando ativamente de sua campanha, o que é proibido por lei já que ele está inelegível, Naza terminou contradizendo-se. “Ele participou. Ele não assinou nenhum documento ou notificação discriminando que não poderia”, afirmou. Logo em seguida, a postulante afirmou que tem andado pela cidade só, e que ele tem apoiado como filho.

“O que existe nessa cidade é um descaso de 12 anos da gestão do adversário (Galego do Gás). Tenho andado pelas ruas e conversado com a população e, devido ao meu trabalho como educadora, sinto que não tenho rejeição”, concluiu.

Mirella Araújo, da Folha de Pernambuco

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!