Primeira seção da câmara de Escada deixa sensação de mal estar entre alguns vereadores e o prefeito

By Sanchilis Oliveira - 23:50

GEDSC DIGITAL CAMERA

A primeira seção ordinária do primeiro período legislativo de 2013 foi marcada por muitas falas e farpas trocadas entre vereadores e direcionadas ao prefeito Lucrécio Gomes (PSB), dez dos treze vereadores se inscreveram para usar da palavra.

O primeiro orador foi o vereador Junior de Massauassu que enfatizou suas primeiras ações como vereador e falou sobre a qualidade de alguns serviços públicos.

“Uma eventual visita ao hospital regional de nossa amada cidade junto aos meu amigos de plenário Paulo Sávio e Zé Amaro, está que gerou satisfatoriamente ou melhor dizer insatisfatoriamente um relatório interno que aponta uma desagradável e indesejável situação em um dos serviços mais carentes e mais utilizados pelo povo, o atendimento médico de emergência, me inquieta muito o fato explorado de forma impecável na gestão anterior pelo povo claro de direito e não menos esperado pela oposição naquela ocasião ocorrido na gestão anterior o descaso pela saúde de nossos conterrâneos e serviços precários, já devia ter sido regularizado afinal já estamos a quase dois meses, e como os mesmos diziam, prioridade para essa nova gestão, é inaceitável encontrar pacientes a espera de atendimento emergencial pelo período de mais de duas horas como colhemos em depoimento ali, os mesmos gravados e registrados em nossos arquivos, fica a indignação por este ato, tão antiético pois minha pergunta é, e se não tivéssemos chegado? O que seria daqueles pacientes? que com nossa presença em menos de quinze minutos foram atendidos e medicados”. Declarou o Vereador Junior de Massauassu.

O segundo orador foi o presidente da Câmara Municipal o Vereador Rinaldo José de Lima (popular Caravéia) que enfatizou uma reportagem publicada no jornal Diário de Pernambuco sobre a farra das diárias nas câmaras municipais de algumas cidades de Pernambuco, enfatizou do plano de governo do prefeito Lucrécio Gomes e a boa intenção em proporcionar melhorias na vida da população.

O terceiro orado foi o vereador Zé Amaro que enfatizou e defendeu as palavras do vereador Junior de Massauassu.

O vereador Massé de Frexeiras foi o quarto orador da noite que reivindicou a permanência do centro de fisioterapia que leva o nome de seu irmão Elisael Soares (Verador Falecido), que segundo ele o secretário de saúde teria comunicado o fechamento do centro de fisioterapia por não haver condições, equipamentos e demanda para atendimento.

Alberto de Nova Escada foi o quinto orador que reivindicou e enfatizou a melhoria na coleta de lixo, por haver locais no município que não estariam sendo atendidos regularmente pela empresa contratada. “No começo deste ano tivemos a impressão que a questão do lixo iria melhorar, chegou uma empresa de fora dizem que é de Ribeirão com caminhões compactadores, porém só ficou na impressão” declarou vereador.

A sexta oradora foi à vereadora Sandra Valéria que falou sobre sua trajetória política até chegar ao cargo que hoje ocupa. Defendeu o prefeito Lucrécio Gomes de possíveis ataques de alguns vereadores enfatizando os problemas ocasionados pela gestão passada e herdado pela nova gestão a exemplo da saúde. “Não podemos julgar o governo por apenas 50 dias de gestão” declarou a vereadora.

O vereador Paulo Sávio foi o sétimo orador que destacou suas primeiras ações como o desfile do bloco Juventude em folia trazendo entretenimento e segurança aos foliões escadenses. O vereador em uso da tribuna da câmara declarou sua insatisfação com oque acontecerá a seu amigo e eleitor no bloco por ele patrocinado e organizado, segundo sua declaração pelo mesmo ter sido eleitor da chapa adversária. “O constrangimento moral que ocorreu ao meu amigo em cima do trio elétrico em que eu patrocinava, pelo motivo banal de o caro colega ter sido eleitor da chapa adversária ao governo atual” declarou o vereador em seu discurso.

Elias Ribeiro foi o oitavo orador e deixou claro que nenhum vereador é oposição a atual gestão, e parabenizou o prefeito Lucrécio Gomes pela iniciativa de mandar o projeto de reajuste salarial dos funcionários da prefeitura de Escada, e declarou seu voto favorável ao projeto. “Como a nobre vereadora estava falando realmente é muito pouco 60 dias para agente fazer uma avaliação do governo, mas também nos temos que a principio ver logo os erros para serem concertados, essa questão de perseguição está existindo sim” Disparou o vereador.

O nono orador foi o vereador Léo de Frexeiras, parabenizou o secretário de saúde por já mostras resultados nos primeiros 50 dias de governo, relacionando a situação em que foi pego o hospital e todo o sistema publico de saúde do município. Também defendeu o prefeito dos possíveis ataques ao prefeito citando os esforços do prefeito e dos profissionais que fazem a saúde, para atender a população. “O prefeito está querendo o melhor para todo povo de Escada” frisou o vereador.

O vereador Deda Móveis estava inscrito, mas preferiu não falar.

Após a leitura da ordem do dia foi feito um minuto de silêncio em memória ao período de uma ano do falecimento do vereador Elisael Soares.

A sensação de insatisfação de alguns vereadores com o prefeito foi notada pela plateia, havendo troca de farpas entre alguns que acusavam e outros que defendiam o atual governo. A seção durou cerca de três horas com a presença de todos os vereadores

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!