Primavera e seu cenário político

By Sanchilis Oliveira - 15:21

GEDSC DIGITAL CAMERA

A cidade pacata da Zona da Mata Sul de Pernambuco vem vivendo dias de incerteza e insatisfações. Os grupos políticos da pequena cidade veem lutando em um embate judicial pelo poder executivo do município que se arrasta desde a campanha, de um lado o ex-prefeito Romulo Cesar e do outro o também ex-prefeito derrotado nas urnas por seu adversário nas ultimas eleições.

A cidade de aproximadamente 18 mil habitantes vive um clima de incerteza após o indeferimento do registro de candidatura do prefeito eleito no pleito 2012 Romulo Cesar (PRTB) popular Pão com Ovo, o motivo se deu por compra de voto nas eleições 2004 quando foi prefeito e em seguida teve seu mandato cassado.

Após a decisão do TSE contra o prefeito eleito quem assumiu interinamente foi o presidente da câmara vereador conhecido popularmente como Mima da Banca (PSC) aliado de Pão com Ovo, porém no último dia 22/01 o desembargado do TRE-PE concedeu uma liminar que determinava a posse imediata do segundo colocado nas eleições no caso o ex-prefeito Jadeildo Gouveia (PR) popular Galego do Gás.

Inconformados com a decisão do TER que determinou a posse do Gouveia, populares e aliados de Pão com Ovo decidiram protestar fechando a BR-101 próximo a PE 63 que dá acesso as cidade de Primavera e Amaraji, o caso repercutiu por toda empresa do estado chamando a atenção do poder Judiciário para a tomada de decisão, que em seguida no dia 25/01 o Juiz eleitoral da comarca de Escada determinou que o presidente da câmara voltasse a prefeitura interinamente até a realização de novas eleições.

O caso deverá ser julgado definitivamente pelo TER nesta terça-feira 29/01, cabendo recurso para a última instância o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!