No Cabo, Vado vai enxugar cargos da Prefeitura, mas garante permanência do PT

By Sanchilis Oliveira - 18:21

Blog do Jamildo

vadoO prefeito eleito do Cabo de Santo Agostinho - no Grande Recife -, Vado da Farmácia (PSB), disse, em entrevista na rádio JC/CBN Recife, nesta quarta-feira (21), que vai enxugar o número de cargos comissionados e secretarias. Hoje, são 13 secretarias e cerca de 600 comissionados.

"No fim do ano, todos os comissionados já serão exonerados naturalmente por causa do fim do mandato", explicou o futuro prefeito. De acordo com ele, ainda não foi definido de quanto será o corte. "Ainda estou conversando com os técnicos da equipe de transição", comentou, fora do ar.

As contas da cidade estão em dia, de acordo com o prefeito Lula Cabral (sem partido) - que também participou da entrevista -, mas será preciso fazer ajustes na próxima administração por causa da redução do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) - repasse do governo federal - de R$ 21 milhões este ano, além de queda na arrecadação do ICMS por causa dos benefícios fiscais para as empresas se instalarem no municípios, que abriga parte do Complexo Industrial Portuário de Suape.
Vado, que atualmente é vice-prefeito, garantiu que, mesmo com a faxina, vai manter na gestão o PT, que por pouco não lançou um candidato próprio na eleição. Há oito anos o PT integra a Prefeitura e vai fazer parte do nosso quadro de funcionários", disse.
Os petistas têm a Secretaria de Orçamento Participativo. O deputado federal Fernando Ferro (PT) iniciou articulações para se candidatar a prefeito conta Vado, mas na reta final abriu não da postulação por falta de apoio dentro da própria legenda.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!