Integrantes do MST interditam estradas e Escada e em outras cidades de Pernambuco

By Sanchilis Oliveira - 12:05

De acordo com líderes do movimento, 16 pontos foram ocupados.
Águas Belas, Lagoa Grande, Pesqueira e Agrestina têm rodovias bloqueadas.

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) ocupam nesta terça-feira (17) rodovias de Pernambuco. De acordo com lideranças do movimento, aproximadamente 2.600 integrantes interditam 16 pontos de estradas em todo o estado, como parte das manifestações do “Abril Vermelho”, em lembrança ao massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que, por volta das 9h30, seguiam bloqueadas as estradas BR-408, em Lagoa Grande, a BR-432, em Águas Belas, BR-232, em Pesqueira, próximo ao trevo de Alagoinha, e a BR-104, em Caruaru e Agrestina. “Estamos com equipes nos locais dos bloqueios negociando a liberação das vias”, conta o inspetor Eder Rommel.

Os trechos interditados da BR-232 em Moreno, Serra Talhada e Gravatá, da BR-408 próximo a São Lourenço da Mata, além da BR-101 em Escada, já foram liberados de acordo com a PRF, que ainda informa uma manifestação passando pela ponte que liga Juazeiro, na Bahia, a Petrolina, em Pernambuco.

As ações, de acordo com o integrante da direção nacional do MST, Francisco Terto, devem continuar ao longo de todo o mês. “O mês de abril é um mês de luta para nós. O primeiro objetivo desse movimento é denunciar a impunidade dos culpados do massacre de nossos companheiros de Eldorado dos Carajás”, diz Terto.

Terto afirma também que oito propriedades foram ocupadas desde o sábado (14). “Temos em torno de 15 mil famílias em Pernambuco integrantes do movimento e assentamos muito poucas nos últimos anos. Queremos denunciar para a sociedade brasileira a morosidade do processo de desapropriação”, explica Terto.

G1 PE

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!