Renildo e Guerra vestem cores trocadas para formalizar apoio

By Sanchilis Oliveira - 13:23

Vestido de amarelo, o prefeito de Olinda Renildo Calheiros (PCdoB) chegou à sede do PSDB, no bairro do Derby, nesta sexta-feira (23), onde se encontrou com o presidente nacional do partido anfitrião, Sérgio Guerra, que estava de vermelho. A troca de homenagens se deu devido à formalização do apoio dos tucanos à candidatura de Renildo à reeleição. Em seu discurso, Guerra negou contradição ao apoiar um partido tradicionalmente adversário.
“Não há nenhuma contradição em estar do lado deste candidato e fazer com todo mundo a campanha que tem que fazer com ele. Pelo contrário, há tranquilidade, há confiança e há lógica”, argumentou Guerra, que anunciou uma nova lógica política para os próximos anos no Estado.
“A velha lógica está vencida. Não adianta cobrar ninguém a velha lógica, porque ela foi vencida e julgada pelo povo. O povo já enterrou, e outra lógica vai ser construída e para ela é que todos nós temos que nos habilitar”, cravou o tucano. Sérgio também aproveitou para fazer elogios ao seu candidato. “Por muitas razões, eu acho que fizemos uma boa escolha apoiando a candidatura de Renildo. Primeiro porque ele é uma pessoa que merece a confiança de todos nós. Eu o conheço há muitos anos e nunca o vi vacilar. É firme nas suas convicções, explicito nas suas palavras”, disse.
Sobre a ex-deputada estadual Terezinha Nunes, que declarou abertamente que não apoiará Renildo e permanecerá na oposição, o presidente nacional do PSDB afirmou que ela terá a liberdade para tomar a posição que achar melhor e justificou que ela não conseguiu reunir apoio suficiente para se tornar candidata. “Nós pedimos que Terezinha fosse para Olinda para articular e reunir políticos em torno de seu nome. Ela não teve a capacidade de formar uma candidatura estruturada. Ela não conseguiu juntar os partidos, e nós não temos estrutura para bancar uma candidatura sem apoio em Olinda”, explicou.
Nova conjuntura
Ao falar da nova conjuntura, Guerra admitiu que Pernambuco vive um período de estabilidade política e econômica e disse que anunciou que seu partido terá uma nova maneira de atuar no Estado. “Há uma mudança real em Pernambuco. E para enfrentar essa situação nova e para, além dela, poder olhar para o futuro, todo o argumento deve ser analisado com tranquilidade. Nada de preconceito, nada de olhar para trás, tudo deve ser feito para olhar pra frente. Para estabelecer novos programas, novos projetos, novas metas, nova estrutura no Estado”, comentou.
“Temos que fazer política no Estado com os olhos do futuro, e um estado da qualidade democrática de Pernambuco tem olhos largos e amplos, e esses olhos nos levam a muitas convergências, como essa que fazemos agora em Olinda”, completou Sérgio.

Folha PE

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!