Batalhão de Choque lança spray de pimenta e bomba de efeito moral contra estudantes

By Sanchilis Oliveira - 13:18

Clima no centro é tenso. Uma criança saiu ferida, além de uma cadeirante e três senhoras. Duas pessoas foram detidas

Foto: Aline Souza / Especial para o JC

Foto: Aline Souza / Especial para o JC

Os estudantes que protestam desde o início da manhã contra o aumento das passagens de ônibus tomaram a rua Princesa Isabel e paralisaram o trânsito no local. Após reunião, a decisão do grupo foi continuar as manifestações durante a tarde de hoje. Policiais estão no local tentando dispersar o grupo e liberar o trânsito. Por lei, o protesto pode ocorrer, contanto que vias públicas não sejam interrompidas.

Dois manifestantes detidos foram encaminhados para a delegacia de Rio Branco, mas já foram liberados mediante interveição de seus advogados, que alegaram arbitrariedade dos policiais. Um dos membros do comitê contra o aumento das passagens, Marcelo Diniz, foi ferido com balas de borracha nas costas. Diniz havia recebido uma intimação para comparecer hoje à delegacia do Cordeiro, mas não se apresentou.

Aparentemente para impedir que os estudantes seguissem pelo Palácio do Governo, policias do Batalhão de Choque entraram em atrito com o grupo que protesta contra o aumento das passagens de ônibus. Para contê-los, o BPChoque, lançou spray de pimenta, bombas de efeito moral e gás. A confusão aconteceu na frente do prédio da Corregedoria Geral da Polícia de Pernambuco e o clima é extremamente hostil.

Três senhoras e uma cadeirante foram atingidas pelo gás lançado pela polícia para conter os estudantes. Além de uma criança, de aproximadamente 10 anos de idade, que estava acompanhando o pai. Ela foi levada para o hospital por ter passado mal com o mesmo gás. Várias pessoas acabaram pisoteadas no meio da confusão. O presidente do PSOL, Edilson Silva, que acompanha a manifestação e presenciou a ação do BPChoque, criticou o governo, dizendo que era um absurdo a forma de agir do Choque.

Na ação, duas pessoas foram detidas: Ricardo Varjal, da associação de pescadores de Brasília Teimosa, e Marcos, que não teve sua identidade completa divulgada. Eles foram levados por policiais do 16º BPM. Do Cais de Santa Rita, os manifestantes se dirigem para a Faculdade de Direito, de frente ao Parque 13 de Maio. Lá eles irão decidir o próximo ato e prometem continuar o protesto.
O protesto, que começou às 9h da manhã, reuniu cerca de 200 pessoas, que seguiram da rua do Hospício em direção a Conde da Boa Vista, e, de lá, em direção a rua da Aurora, com o intuito de chegar ao Grande Recife Consórcio de Transporte. O Conselho Superior de Transporte Metropolitano aprovou, na manhã desta sexta-feira (20), o reajuste de 6,5% nas tarifas do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR). A proposta apresentada ao CSTM pela Empresa de Transportes Integrado – Urbana-PE foi de 17,20%.

Folha de Pernambuco

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!