"Dilma só não tentará a reeleição, se não quiser", diz Lula no Rio

By Sanchilis Oliveira - 00:03

Ex-presidente negou a intenção de se candidatar à presidência novamente

Carlyle Jr., do R7, no Rio

LULA_NO_RIOO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta sexta-feira (29), em visita ao Rio de Janeiro, que não faz parte de seus planos disputar a presidência em 2014. Em resposta ao ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB), que disse acreditar na candidatura de Lula para as próximas eleições, Lula disse que a presidente Dilma Rousseff (PT) não tentará a reeleição se não quiser.
- O Serra deve falar pelo PSDB. O Brasil tem uma candidata para 2014 chamada Dilma Rousseff. Ela é a presidente do país e fará um governo extraordinário. Ela só não vai se candidatar se não quiser.
Lula ressaltou que, ao contrário de José Serra, a presidente não está preocupada com a candidatura de 2014. Segundo o petista, Dilma está empenhada em continuar o trabalho iniciado por ele em 2003.
- Ela [Dilma] está menos preocupada com a candidatura em 2014 do que ele [Serra]
Em tom de dever cumprido, o ex-presidente disse que não quer disputar as eleições de 2014 porque ele já fez a sua parte na construção de um país melhor e mais justo.
- Quem foi presidente e fez o que eu fiz, já fez a sua parte. Acho que cumpri minha tarefa com o país.

Voto do Jobim e crise nos Tranportes

Em seu segundo dia de visita ao Rio, Lula participou de um seminário na ESG (Escola Superior de Guerra), na Urca, zona sul do Rio. Ele estava acompanhado do ministro da Defesa, Nelson Jobim, que revelou ter votado no tucano José Serra para a sucessão presidencial de 2010.
Lula saiu em defesa de Jobim e disse que o ministro não foi convidado a participar do governo petista por causa de voto.
- Ele [Nelson Jobim] foi convidado pelo o que ele poderia fazer pelo Ministério da Defesa. Só um homem de qualidade e competência do Jobim poderia contribuir com o ministério. Tem gente que não gosta de mim e votou em mim, tem gente que gosta de mim e não votou. Não se pode fazer política pensando nisso.
Em relação à crise no Ministério dos Transportes, que já afastou 20 funcionários da pasta, Lula disse que os culpados devem ser punidos.
- Quando há uma denúncia, a gente sempre se surpreende. Mas o importante é que, quando há uma denúncia, deve haver investigação. Se constatarem que alguém é culpado, esse alguém deve ser punido, caso contrário pede-se desculpa.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!