Anderson Ferreira perde comando do PR e perde condição de pré-candidato em Jaboatão

10:22

Sebastião de Oliveira deverá impedir candidatura de Anderson à prefeitura de Jaboatão

Por Jamildo Melo

Muita gente não entendeu as razões pelas quais o secretário de Transporte de Paulo Câmara, Sebastião Oliveira, saiu de Pernambuco, foi até Brasília votar na sessão do impeachment e acabou se abstendo na hora h.

O que estava em jogo era o comando do PR, presidido nacionalmente por Valdemar Costa Neto.

O ex-deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) foi condenado a 7 anos e 10 meses de prisão no processo do mensalão. Em 2014, foi liberado para cumprir o restante de sua pena em casa, progredindo do regime semiaberto para o aberto, depois de cumprir um sexto de sua pena. A autorização foi dada pelo relator do processo do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Luís Roberto Barroso. Nas últimas semanas, de acordo com informações de bastidores, esteve em negociações com Lula, para ajudar Dilma.

Pois bem.

Sebastião Oliveira visava abiscoitar, de volta, o comando do partido no Estado, que havia sido tomado de Inocêncio Oliveira e repassado ao deputado federal Anderson Ferreira, atual presidente do PR no Estado.

O fato curioso é que a votação terá efeito na eleição de Jaboatão e Recife.

Valdemar Costa Neto havia chamado Anderson Ferreira e dito que ele havia prometido a Dilma fidelidade no voto na Câmara dos Deputados e que o pernambucano teria que votar com a presidente. Ferreira teria chorado, diante da pressão.

Valdemar Costa Neto disse que, se ele não votasse, o comando nacional iria lhe tomar o comando do PR em Pernambuco.

O presidente nacional também chamou Sebastião Oliveira para uma conversa e cobrou fidelidade. No domingo, dia da votação, Sebastião Oliveira divulgou uma nota marota em que já preparava o terreno para votar alinhado com Dilma, enquanto Anderson Ferreira aparecia nas listas de votos a favor do impedimento da petista.

Valdemar Costa Neto deu a Anderson Ferreira e a Sebastião Oliveira a opção de votar em Dilma ou se abster.

Ferreira votou sim ao impeachment e perdeu o comando do PR em Pernambuco.

Oliveira absteve-se e retomou o comando da legenda, que já foi dirigida no Estado pelo seu primo Inocêncio Oliveira, ex-presidente da Câmara dos Deputados.

A mudança do comando também pode acabar influindo na eleição de Jaboatão dos Guararapes e Recife.

Anderson Ferreira era candidato a prefeito pelo PR em Jaboatão e já havia lançado a pré-candidatura, com o apoio de mais de 10 vereadores.

Já Sebastião Oliveira, ligado ao prefeito Geraldo Julio e ao governador Paulo Câmara, tem agora poderes para impedir a candidatura, em um eventual acordo que beneficiaria tanto o prefeito tucano Elias Gomes (PSDB) como o prefeito socialista Geraldo Julio (PSB).

“Sebastião Oliveira não vai deixar Anderson Ferreira sair candidato”, revela uma fonte do blog.

You Might Also Like

0 comentários

Faça seu comentário aqui!

Twitter

Facebook